Segunda, 18 de Dezembro de 2017

Casa das Marinhas entre as casas/museu icónicas do Mundo

A “Casa das Marinhas” já está em destaque no site internacional Iconic House, onde estão referenciados os maiores ícones da arquitetura mundial. Em Portugal, apenas a Casa das Marinhas e Serralves integram a lista de Casas Icónicas do Mundo. Para integrar esse restrito naipe, a casa tem de ser reconhecida pela sua importância no desenvolvimento da arquitetura moderna do século XX. Pode ser vista em: http://www.iconichouses.org/.

O crescente interesse e a curiosidade do grande público pelo valor da arquitetura mundial, emergiram neste site -Iconic House- orientado pela arquiteta holandesa, Natasha Drable, onde passa agora a figurar a Casa das Marinhas, a par das mais prestigiadas casas mundiais e das quais se destacam: Villa modernista de Savoy de Le Corbusier, em França; Villa Mariea de Alvar Aalto, na Finlândia, casa da Cascata de Frank Lloyd Wright, nos Estados Unidos; Farnsworth House de Mies van der Rhoe, também nos Estados Unidos; Casa das Canoas de Óscar Niemeyer ou a Casa de Vidro de Lina Bo Bordi, em São Paulo, Brasil, entre muitas outras.

Constituída, em 2012, por um grupo de casas/museu modernas, a rede Iconic Houses tem como objetivo estabelecer uma plataforma para discussão profissional: compartilhar as melhores práticas, mas também incentivarem-se mutuamente no desenvolvimento de novas atividades, relevando o potencial conjunto e mostrando 150 casas icónicas abertas ao público.

A Iconic Houses Network reúne profissionais e sites de todo o mundo, num fórum profissional que incentiva a partilha de informações e práticas recomendadas, bem como a criação de novas e frutuosas parcerias entre organizações, independentemente da sua grandeza.

As casas da autoria de arquitetos do século XX formam, no Iconic Houses, uma categoria única, na exposição pública através da internet.

Constituído por edifícios localizados em todo o mundo, Iconic Houses pretende aprofundar a pesquisa e a cooperação com universidades e equipas de especialistas, debater questões de restauro em geral, formação de públicos, cuidar das coleções e estratégias de exibição, assim como a definição de programas de exposições temporárias e outros assuntos de interesse mútuo.

Apenas casas desenhadas por arquitetos que desempenharam um papel influente no desenvolvimento da arquitetura do século XX podem integrar a listagem, devendo para tal ser suportado em publicações académicas.

A Casa das Marinhas é um edifício que se encontra classificado como Monumento de Interesse Público, desde 2012, e está registada na Fundação Docomomo Ibérica, organismo internacional que preserva edifícios icónicos da arquitetura modernista. A casa está aberta à fruição pública, mediante marcação prévia. É possível efetuar uma vista orientada mediante marcação prévia através do e-mail: casa.marinhas@cm-esposende.pt ou dos telefones 253 960 179 /253 960 100.

A Câmara Municipal de Esposende passa, também, a dispor online de um link (https://drive.google.com/a/esg.pt/open?id=1i2bm6_ThB6GjtvXgi3jaEAEvU_c&usp=sharing), onde é possível encontrar uma grande parte da obra do Arquiteto Viana de Lima espalhada pelo Mundo e alguns dos percursos mais significativos da sua obra, nomeadamente a passagem pelos Congressos Internacionais da Arquitetura Modernista, entre 1950 e 1959 e a passagem pelo Brasil como consultor da salvaguarda do património da UNESCO entre os anos 60/80 do século passado.