Quarta, 19 de Julho de 2017

Município de Esposende sinaliza percurso de Fão

A Câmara Municipal de Esposende está a prosseguir com a sinalização dos trilhos que integram a Rede Municipal de Percursos Pedestres. Assim, foram recentemente colocados 12 totens na vila de Fão, suportes com informação histórica e descritiva, acerca de imóveis que se encontram localizados no “Caminho da Memória”.

Porque o turismo adquire importância crescente na atividade económica do Município e porque o território concelhio está dotado de atrativos de reconhecida qualidade histórica, entende-se como essencial a disponibilização de orientação a quem nos visita, proporcionando as melhores condições de acolhimento.

A colocação da informação pretende atender a vertente turística, mas também visa a identificação dos monumentos e locais, proporcionando o conhecimento destes ícones da História local, suportado em elementos gráficos.

O “Caminho da Memória” trata-se de um percurso pedonal que atravessa a vila de Fão, antigo centro salineiro na idade média, com destaque para a sua zona histórica, a paisagem natural ao longo do estuário do rio Cávado e praias oceânicas. É um percurso eclético, com paisagens diversificadas, recheado de valores monumentais e naturais, integrando-se parte do seu percurso na área do Parque Natural do Litoral Norte. O percurso tem uma extensão de 5,85km, é de dificuldade baixa e está devidamente indicado através de sinalética direcional.

A constar, foram abrangidos pela nova sinalética os seguintes imóveis: Alminhas do Cais, Ponte D. Luís Filipe, Capela de Nossa Senhora da Bonança, Facho da Bonança, Capela de Santo António da Fonte, Templo do Bom Jesus, Coreto da Alameda do Bom Jesus, Casa de Francisco Campo de Morais, Capela de Nossa Senhora da Lapa, Igreja da Misericórdia, Casa de J. Pinto de Campos e Igreja Matriz.

A colocação da sinalética no “Caminho da Memória” segue o plano estabelecido pelo Município de Esposende, respeitando a estética dos totens anteriormente colocados na cidade de Esposende e que contemplou os edifícios que integram o percurso pedestre urbano “Caminho dos Mareantes”, inaugurado em 2015, tal como este “Caminho da Memória”.