É inquestionável, turisticamente, a importância da gastronomia como fator diferenciador da nossa oferta turística.

Sabores

O polvo faz parte da tradição gastronómica portuguesa, constituindo um alimento rico em nutrientes e proteínas, minerais e vitaminas e sobretudo, em iodo.

A riqueza, a originalidade e a diversidade da gastronomia lusa são objeto de culto e uma mais valia para os turistas que nos visitam.

O concelho de Esposende, pertencendo à grande região demarcada dos Vinhos Verdes e à sub-região do Cávado revela algumas particularidades que importa destacar.

A pastelaria e a doçaria regional detêm, cada vez mais, uma valiosa importância no domínio do património gastronómico de cada região, sendo um verdadeiro marco identitário da população local.

O final do primeiro trimestre é anualmente celebrado com uma palete de novos sabores oriundos da confeção de peixes e mariscos do mar e rios de Esposende.

À mesa dos restaurantes do concelho poderá saborear os vários pratos típicos da região, como são a lampreia e as Clarinhas de Fão.

Quintas

É inquestionável, turisticamente, a importância da gastronomia e dos vinhos como fator diferenciador da nossa oferta turística. Conheça os produtores locais da região, a história de cada uma das suas Quintas e as respetivas técnicas usadas na produção vinícola.

Restaurantes

O charme, a característica hospitaleira do nosso povo e a qualidade dos produtos locais irão proporcionar-lhe uma experiência gastronómica única. Com localizações privilegiadas e uma gastronomia que se distingue pelos sabores memoráveis, os restaurantes do concelho reúnem as condições perfeitas para que tenha uma refeição muito especial.

Doçaria Tradicional

A gulosa doçaria tem como ícone principal as Clarinhas de Fão, cuja massa fina e estaladiça polvilhada de açúcar em pó envolve o recheio de chila, não esquecendo outras iguarias como as conceituadas cavacas e os folhadinhos.