Segunda, 25 de Julho de 2016

22 mil visitaram a verdadeira aldeia galaica

A recriação histórica, “Galaicofolia, 2000 anos de festa!” registou novo recorde de visitantes, comprovando a afirmação do evento na programação cultural e turística de Esposende. 22 mil pessoas visitaram o monte de S. Lourenço, na freguesia de Vila Chã, local que, durante três dias, serviu de cenário a uma aldeia galaica e a todas as vivências que marcavam o quotidiano de há 2000 anos.

Para o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, a Galaicofolia “é uma marca do Município que visa afirmar o município no plano turístico e divulgar o património concelhio, contribuindo também para a dinamização da economia local”. Por isso, o autarca enquadra o evento na estratégia de promoção e valorização do concelho, que passa não só por atrair mais turistas e visitantes, mas também por fixar população.

A parceria da Câmara Municipal de Esposende e da Junta de Freguesia de Vila Chã proporcionou um evento de forte cariz cultural, com um perfil de lazer e entretenimento que pretende levar ensinamentos aos mais novos. De resto, no Centro Interpretativo de S. Lourenço decorrem, ao longo do ano, diversas atividades de conhecimento e defesa do património. A Galaicofolia pretende, por isso, ser um pequeno excerto da riqueza cultural e arquitetónica do concelho de Esposende, razão pela qual ocupa um lugar de destaque no Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo do Município de Esposende. O objetivo é dar a conhecer o território e atrair visitantes e turistas, valorizando o património do concelho, nomeadamente o arqueológico.

Ao longo de três dias foi recriado o “modus vivendi” da aldeia galaica existente há cerca de 2000 anos, no Castro de S. Lourenço, monte sobranceiro à cidade de Esposende. Foram dias de verdadeira folia, onde a animação conviveu com a gastronomia, as recriações históricas, a música, o teatro e a dança, entre muitas e variadas atividades dirigidas a todo o tipo de públicos. Os pontos altos da edição deste ano radicaram num acampamento romano, em espetáculos de fogo noturnos e recriações que tiveram o sal como elemento central da edição deste ano. Mais de cem voluntários contribuíram para que esta fosse mais uma edição coroada de êxito.