Terça, 11 de Outubro de 2016

Esposende investe na valorização do Caminho Português da Costa a Santiago

A Igreja da Misericórdia de Esposende vai acolher, no próximo dia 29 de outubro, pelas 21h30, um concerto pelo Coro Ars Vocalis, que marca o arranque dos “Sons do Caminho”, uma das ações que integra a candidatura intermunicipal do “Caminho Português da Costa a Santiago”, recentemente formalizada e que envolve os municípios de Esposende, Valença, Caminha, Vila Nova de Cerveira, Viana do Castelo, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Maia e Porto.

Neste concerto, com entrada livre, o Coro Ars Vocalis apresenta-se numa viagem à sonoridade histórica, percorre a densidade e elevação ascética do calendário litúrgico e a profunda relação de meditação intrínseca ao Caminho de Santiago. Um concerto espiritual que procura promover junto do seu público a introspeção e o apreço do silêncio. Numa procura constante da espiritualidade de cada ouvinte, o concerto inicia com repertório que remonta ao início da escrita polifónica, culminado com uma linguagem mais próxima da dos nossos dias, permitindo que se finalize com uma clara sensação de proximidade entre os sons de ontem e os de hoje. Sublinha-se, assim, as afinidades entre a fé do passado e a do presente redecorando o espaço meditativo com as jovens vozes do coro Ars Vocalis. Embora não integrando esta candidatura, no Centro de Informação Turística de Esposende, estará patente, entre os dias 13 e 30 de outubro, a exposição fotográfica “Olhares de Peregrino no Caminho Português da Costa”. A mostra contempla aspetos e particularidades acerca da riqueza patrimonial cultural e da vivência do Caminho Português da Costa, registados ao longo do traçado do Caminho de Santiago no concelho de Esposende.

A candidatura intermunicipal do “Caminho Português da Costa a Santiago”, ao programa comunitário NORTE 2020, visa a valorização, divulgação e promoção dos “Caminhos de Santiago” no Norte de Portugal e, em particular, do “Caminho Português da Costa”. Em causa está um investimento global de 1 692 940 euros, comparticipado em 85%, sendo que a componente do Município de Esposende é de 98 782 euros. Este investimento permitirá colmatar as carências que têm sido identificadas neste itinerário de turismo cultural que cada vez mais tem suscitado um crescente interesse público.

Assim, os percursos certificados como “Caminho de Santiago” serão devidamente assinalados no terreno com uma sinalética uniforme em todo o percurso. O investimento prevê também a produção de diversos materiais informativos sobre o Caminho de Santiago, tanto em material impresso (livros, guias, brochuras) como utilizando as novas tecnologias da informação (Apps para IOS e Android, website, entre outros). Por outro lado, cada município desenvolverá outras ações relacionadas com eventos de animação de monumentos ou de investimento em reabilitação de património cultural. Em Esposende, esta candidatura permitirá, entre outras ações, a realização a recriação histórica “Esposende no Caminho de Santiago”, a ter lugar em 2017, e, ainda, a instalação de ancoradouro na Barca do Lago e a requalificação e apetrechamento do Albergue de S. Miguel, em Marinhas.

A apresentação desta candidatura é o culminar de um processo de estudo e de trabalho prévio que estes municípios já vinham a desenvolver regularmente desde 2011, quando subscreveram um protocolo de colaboração institucional para a investigação, valorização e divulgação do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela. Com a abertura do programa comunitário NORTE 2020 foi finalmente possível materializar o trabalho anterior numa aposta conjunta que associa todos os municípios envolvidos.

Refira-se que o Caminho Português da Costa tem sofrido um crescimento exponencial de peregrinos. Reflexo dessa realidade, são as estatísticas do Albergue de São Miguel de Marinhas - entre maio e dezembro de 2011 alojou 151 peregrinos, 336 no ano de 2012, 655 em 2013, 1103 em 2014, 2262 em 2015 e até 30 de setembro deste ano cerca de 2600 -, bem como o número de dormidas de peregrinos nas unidades de alojamento do concelho de Esposende.