Quarta, 23 de Maio de 2018

Seis praias de Esposende com grau “Qualidade Ouro”

Esposende tem seis praias cujas águas apresentam os melhores resultados, em termos de qualidade, conferindo-lhe o grau “Qualidade Ouro”, distinção feita pela Quercus, Associação Nacional de Conservação da Natureza. As praias de Apúlia, Ofir, Cepães, Ramalha, Rio de Moinhos e Suave Mar voltaram a merecer distinção.

Em 2011, ano em que a Quercus passou a atribuir a Bandeira Qualidade de Ouro foram distinguidas as praias de Apúlia e Cepães. Em 2013, juntou-se a praia da Ramalha, em 2014, a praia de Ofir e, no ano seguinte, a de Rio de Moinhos. Na última época balnear, Esposende viu fixadas em seis praias “Qualidade Ouro”, com o reconhecimento da praia de transição de Suave Mar.

Esposende vê, assim, reconhecido o esforço desenvolvido, através de atividades e serviços, complementados por um intenso programa de educativo que tem permitido o crescimento da consciencialização ecológica da sua população.

As águas balneares classificadas como tendo “Qualidade Ouro”, pela Quercus, têm como base a informação pública oficial, disponibilizada pela Agência Portuguesa do Ambiente. 

Esta distinção da Quercus pretende realçar as praias que ao longo dos últimos cinco anos apresentam, sistematicamente, uma água balnear de qualidade excelente (atendendo aos parâmetros da legislação em vigor), e, dessa forma, conferem maior fiabilidade aos utilizadores.

Entre as praias distinguidas este ano pela Quercus, 342 são praias costeiras, 39 são praias interiores e nove são de transição. Em relação a 2017, entre as 640 praias existentes em Portugal, há menos seis praias costeiras galardoadas, mas aumentaram as praias interiores (mais três), mantendo-se o número de praias de transição. 

Depois de ver inscritas as praias de Apúlia, Ofir, Suave Mar e Cepães, entre as galardoadas com a Bandeira Azul da Europa, para a época balnear 2018, Esposende apresenta, ao longo dos seus 18 quilómetros de costa, seis praias que se distinguem pela qualidade da água. O Município de Esposende persegue uma cultura ambiental direcionada para a sustentabilidade com uma aposta muito vincada na educação de indivíduos preocupados com os problemas ambientais.

A época balnear arranca, em Esposende, a 15 de junho e prolonga-se até 16 de setembro.