Quinta, 30 de Maio de 2019

Turismo em Esposende aumenta no primeiro trimestre de 2019

Os resultados estatísticos do primeiro trimestre de 2019 revelam um crescimento turístico na procura de Esposende como destino. A percentagem de dormidas cresceu cerca de 30%, relativamente ao mesmo período de 2018, refletindo-se diretamente no volume de negócios do comércio local e abrindo portas para novas oportunidades de investimento.

Estes resultados refletem o trabalho de divulgação desenvolvido pelo Município de Esposende, marcando presença nos principais certames nacionais e internacionais de promoção turística, nomeadamente, a Bolsa de Turismo de Lisboa, a Boot Dusseldorf ou a Xantar, na Galiza e a Feira Ibérica do Turismo, na Guarda. Também foram promovidas visitas de jornalistas e bloggers para conhecer as ofertas do território.

Estes eventos assumem grande importância na apresentação, promoção e captação de fluxos turísticos, constituindo a oportunidade para dar a conhecer as atrações locais, além de permitir a divulgação da gastronomia e vinhos da região, aos milhares de visitantes que passaram pelo espaço de Esposende.

A crescente procura do destino Esposende, verificada neste primeiro trimestre do ano, realça a tendência para a redução da exposição turística, ao efeito da sazonalidade. Este crescimento da relevância turística de Esposende, fora do período balnear, deve-se, em larga medida, ao aumento da oferta com características diferenciadoras, em muito associada à prática de desportos marítimos, à crescente procura do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela, à organização de eventos desportivos, eventos culturais e eventos de promoção da gastronomia local, nomeadamente, o “Março com Sabores a Mar”. Esses fatores são, também, determinantes na incidência de turistas estrangeiros que colocam Esposende à cabeça do conjunto de municípios que integram a Comunidade Intermunicipal do Cávado.

O crescimento do turismo em Esposende, durante o primeiro trimestre de 2019 reflete a tendência de crescimento dos últimos anos, consubstanciada na criação novas empresas ligadas ao setor. A oferta hoteleira revela-se como uma oportunidade de negócio consistente e cada vez menos suscetível dos ditames da sazonalidade.

O crescimento da atividade turística reflete-se em crescimento económico, emprego e estímulo ao empreendedorismo, potenciando mais oportunidades de negócio. O volume de negócios do setor turístico registou, em Esposende, um crescimento superior a 40% e o Valor Acrescentado Bruto na ordem dos 55%, nos últimos três anos.

Esta postura enquadra-se nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas, nomeadamente Trabalho digno e crescimento económico, Indústria, Inovação e Infraestruturas, Cidades e Comunidades Sustentáveis, Produção e Consumo Sustentáveis e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.